segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Organização Racional do Trabalho

Taylor verificou que em todos os ofícios os operários aprendiam a maneira de executar as tarefas do trabalho por meio da observação dos companheiros vizinhos. Entre os diferentes métodos e instrumentos usados em cada trabalho, há sempre um método mais rápido e um instrumento mais adequado que os demais, estes métodos e instrumentos melhores podem ser encontrados e aperfeiçoados por uma análise científica e um acurado estudo de tempos e movimentos, em vez de ficar a critério pessoal de cada operário. Essa tentativa de substituir métodos empíricos e rudimentares pelos métodos científicos em todos os ofícios recebeu o nome de organização racional do trabalho. A ORT se fundamenta nos seguintes aspectos:

1- Análise do trabalho e do estudo dos tempos e movimentos;
2- Estudo da fadiga humana;
3- Divisão do trabalho e especialização do operário;
4-Desenho de cargos e tarefas;
5- Incentivos salariais e prêmios de produção;
6- Conceito de homo economicus;
7- Condições ambientais de trabalho;
8- Padronização de métodos e de máquinas;
9- Supervisão funcional.

Um comentário:

Aurelio cota disse...

Muito boa a fonte de informção. Continue assim, obg